__________ Itapema, suas histórias... __________

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

BARTOLO (um Sonhador do Itapema)

BARTOLO E SUA ESPÔSA Srª ANTÔNIA APARECIDA GONÇALVES [RAINHA EM 1963 DO RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA'].

Podem até questionar os métodos empíricos, seu senso demais prático, que Osvaldo Gonçalves (mais conhecido como BARTOLO) empregou nas suas realizações da cultura popular. Quanto a isso, não há como negar que os carnavais de antigamente sempre foram feitos com o "jeitinho brasileiro".
Todavia, não se pode negar a contribuição deste itapemense de coração à Festa de Momo na Ilha de Santo Amaro. Basta dizer que ele é um dos pioneiros da história carnavalesca de nossa cidade. Especialmente dos saudosos carnavais de Desfile de Ranchos, Cordões, Blocos. E foi sua passagem por Itapema com o Rancho 'Cabeçudos da Baixada' que o motivou.
OSVALDO BARTOLO MAIS MOÇO EM ITAPEMA/SP COM COLABORADORES.

Conta o sambista Paulão, que o nome Bartolo surgiu pelo fato de no início para se referirem a ele fazia-se menção à escola Bartolomeu de Gusmão (Santos), onde com os 'Chorões', Osvaldo Gonçalves ensaiava. Daí por abreviação e simpatia, o camarada do BARTOLOmeu de Gusmão ficou Bartolo.
Ainda em 1962, quando não havia por aqui praticamente nenhuma manifestação do tipo, fundou com seu irmão Walter Gonçalves e outros ilustres itapemenses o Rancho Carnavalesco 'SONHADORES DO ITAPEMA', representante dos antigos carnavais de rua.
BARTOLO(PRESIDENTE)E BARÁ(VICE) DIRETORIA 'SONHADORES DO ITAPEMA'
ABRE-ALAS DO RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA' - CARNAVAL DA ILHA DE SANTO AMARO/SP [DÉCADA DE 1960].
RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA' - CARNAVAL DA ILHA [DÉCADA DE 1960].

Nomes como Antônio Baraçal, Carlos das Neves, Capitão Sinópoli, Bororó, Salvador de Carvalho, João Venâncio, os Sargentos Chico e Osmar da Base Aérea, entre outros participaram da Diretoria. Os ensaios do Rancho Carnavalesco lotavam a Rua Amazonas, no Distrito, de uma esquina à outra. Xaxá Lopes (lá na mocidade) desfilou pelo 'SONHADORES DO ITAPEMA'.
O 'Sonhadores' sagrou-se 5 vezes campeão do carnaval santista.
BARTOLO E 'SONHADORES DO ITAPEMA' NA AVENIDA DO SAMBA.
RUA AMAZONAS [DISTRITO DE VTE. CARVALHO/SP] ONDE ACONTECERAM ENSAIOS DO RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA'.

Foram àquelas folias memoráveis... Num desfile, no Guarujá, faltou energia elétrica e os adereços com efeito de luz criaram como que uma "procissão carnavalesca".
Brincava-se "religiosamente" os três dias. Bartolo fazia bossa ao relembrar:
- Carnaval!!... Quem não pula vai se deitar! - Os foliões tomavam as ruas. Mascarados, melindrosas, arlequins, colombinas, pierrôs entrelaçados pela serpentinas coloridas. E aí nasciam os romances, feito às marchinhas de carnaval. Feliz coincidência foi Bartolo ter casado com a então Rainha do Rancho (1963), hoje Srª Antônia Aparecida Gonçalves.
AO CENTRO ANTÔNIA APARECIDA GONÇALVES RAINHA DO 'SONHADORES DO ITAPEMA', LADEADA PELAS PRINCESAS (CARNAVAL 1963).
RAINHA E PRINCESA DO RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA' (CARNAVAL 1966).

O Rancho Carnavalesco era uma sensação. Empolgado, Germano Matias numa célebre apresentação do 'Sonhadores' em 1965 pediu licença para uma "canja". Improvisou com seu jeito peculiar de sambista paulistano:
"A batucada foi feita
 Na lata de graxa..." - Patente do samba.
Dizia um refrão do 'SONHADORES DE ITAPEMA',cantado na Avenida:
"Nós somos Sonhadores sim
 Viemos para desfilar
 Mostrar à Baixada Santista
 O nosso glorioso Carnaval..." 
RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA' NA PASSARELA DO SAMBA [ITAPEMA/SP].
FOLIÕES MIRINS DO RANCHO CARNAVALESCO 'SONHADORES DO ITAPEMA' - CARNAVAL DA ILHA DE SANTO AMARO/SP. 

Osvaldo "Bartolo" também ganhou 'Apito de Ouro', no então carnaval da baixada. Um feito considerável para a época. E fazia questão de citar Mestre Bará (ilustre sambista da Ilha), que conjuntamente levou o Tamborim dourado. Sua trajetória remonta a participações nas mais importantes entidades de foliões de Santos: 'Boêmios', 'Unidos do Morro do São Bento' e 'Flor da Penha'.
Sua participação no Carnaval da cidade levou-o a ser também um animador cultural, promovendo eventos e shows, seja em clubes de lazer, entidades sociais ou nos bairros.
BARTOLO ANIMA FESTEJO JUNINO EM BAIRRO DE ITAPEMA/SP.

Criou a Banda Carnavalesca 'BARTO-SOM', reunindo músicos e ritmistas populares versáteis: Daniel, Caixotinho, Alfredo, Juazeiro, Valdir, Buru, Moisés, Canelinha, Eduardo Pelegrini, Gaúcho, João, Fábio, Paulinho e o filho Osvaldo Jr. para citar alguns. A Banda animou durante anos os bailes de salão ao ritmo das tradicionais marchinhas.
A BANDA 'BARTO-SOM' REUNIU MÚSICOS E RITMISTAS POPULARES.
A BANDA CARNAVALESCA 'BARTO-SOM' ANIMA BAILE DE CARNAVAL NA SEDE DO BRASIL A.C. [ITAPEMA/SP].

De 1966 à 1998 tocou em diversos lugares, no antigo carnaval de salão do Cine Itapema ("Cinema Grande"). Outras apresentações aconteceram no Brasil A.C., Cassino do Guarujá, Delphin Hotel, Clube Náutico de Itanhaém e Sociedade Esportiva Itapema, neste clube a Banda 'BARTO-SOM' ganhou destaque, pois botou pra ferver gerações de foliões nos 3 dias do Reinado de Momo.
NA FOLIA DE MOMO A BARTO-SOM TOCOU EM DIVERSOS LUGARES E ACOMPANHOU BLOCOS TOCANDO MARCHINHA DE CARNAVAL.

O extinto Coreto da "Praça da Alegria" (14-Bis) também serviu de palco para a Banda 'BARTO-SOM' no evento carnavalesco 'CALDEIRÃO DE MOMO', promovido pela Prefeitura Municipal. Reunia centenas de foliões na praça, centro do Distrito.
PANFLETO COM A LETRA DO SAMBA FEITO POR BARTOLO NA DÉCADA DE 70, ENALTECENDO O CARNAVAL DA ILHA.

À partir de 2007 comanda pela TV GUARUJÁ (cabo-canal 8)o programa 'BARTOLO no Mundo do Samba', focado nas entrevistas com sambistas, cobertura de eventos e entidades carnavalescas. Passa a empresariar conjuntos musicais e cria o show 'BARTOLO Samba Show e Mulatas'.
  UM SUCESSO E SEU MELHOR MOMENTO.
OSVALDO BARTOLO (SONHADORES DE ITAPEMA) E JANAÍNA PAIVA PEQUENA RAINHA (ESCOLA DE SAMBA 'MOCIDADE AMAZONENSE).

BARTOLO e 'SONHADORES DO ITAPEMA' (o Rancho como percursor histórico das Escolas de Samba no Brasil), graças a estes que dez anos mais tarde (1972), certamente encantados com os primeiros foliões de fantasias engalanadas, o abrir alas pela avenida iluminada, até com criação do Desfile das Escolas de Samba da Ilha de Santo Amaro  outros sambistas, fundaram a G.R.C.E.S. Mocidade Amazonense, 'Serigi', 'Acadêmicos da Ilha e demais Agremiações.