__________ Itapema, suas histórias... __________

quinta-feira, 15 de março de 2012

NOS PORÕES DA BASE AÉREA

INSTALAÇÕES DA BASE AÉREA EM ITAPEMA/SP [ANOS DE 1970]. 

Quando o Golpe daqueles idos de Março de 1964 triunfou, finalmente os ânimos se aquietaram. Dever cumprido a caserna voltava ao normal nos quartéis...
Assumira o posto na Base Aérea no início dos anos 60. Era assim, figura distinta, traços arianos, a farda impecável... Logo em seguida as Forças Armadas se indispuseram com os rumos à esquerda tomados pela Nação. Surgira um bando de siglas baderneiras que pretendiam confiscar a propriedade privada e colocar de joelhos as instituições, com aquele falatório de igualdade sem sentido. Não passavam de molecotes conduzidos por velhos carcamanos da política. Que nem mesmo do povo tinham a simpatia, o qual aplaudia aos generais. O Ministro Correia de Mello discursara dizendo, contra os revoltosos não haveria de pedir licença a ninguém...
PRESIDENTE DA DITADURA MILITAR NO BRASIL - HUMBERTO CASTELO BRANCO FAZ ESCALA E VISITA À BASE AÉREA EM ITAPEMA/SP NAQUELES ANOS DOS AIS [DÉCADA DE 1960].

Se querem ser livres, não perturbem os outros! - Deixou escapar baixo por entre o bocado fumegante no garfo.
- O que você disse, meu bem? - Aquela era a hora do repouso com a família, passado que se foi, por que não esquecia aquilo tudo? Designado para tal fizera apenas manter a ordem das coisas...
- Pensei alto, foi isso.
- Credo, hein!... Você devia ir ao médico. Está com olhar dum zumbi. - Nisso a caçula displicente derramou Coca-Cola sobre a toalha limpa. - É nessas horas, que eu quero matar um!...
PARADA MILITAR NA SEDE BALNEÁRIA DA ILHA DE SANTO AMARO/SP [ANOS DE CHUMBO].

- Não sei porque essa gente não esquece, viu Coronel... - O telefone pareceu emudecer, um cão ladrava ao fundo.
- ...Oportunismo da lei. Nós sim sabemos da necessidade de restabelecer os valores patrióticos... Do país livre do comunismo.
- Tem militar por aí... Morrendo de remorso... - A ligação telefônica por um instante defeituosa fez reverberar sua voz.
- Foi justo porque eram contra-revolucionários. Se opunham ao novo regime... Pior, ladrões de banco, sequestradores, terroristas!... - Dizia que não se preocupasse, quem daria óbito a mortos sem sepultura.
Certos jornalistas tendiam ao remexer aquela história torná-lo um criminoso. Ele, um defensor da pátria! Capaz do sacrifício cívico. 
"Nós os perdoamos por tamanha sandice. Deixamos que voltassem..." - Vinha-lhe este pensamento recorrente.
ACESSO DEPENDÊNCIAS RESIDENCIAIS DA BASE AÉREA EM ITAPEMA/SP.

A escarpa nua do Morro do Itapema atrás do edifício pendia sombras estranhas. De um lado da Serra, a luz se afogava na oleosidade do lagamar de Santa Rita, doutro a noite acusava-se pelas janelas do edifício Itapema I...
EDIFÍCIO ITAPEMA I DEPENDÊNCIAS DA BASE AÉREA - DISTRITO ITAPEMENSE [2011].

Uma madrugada trouxeram o militante José Arantes de Almeida, da Juventude Comunista, que havia fundado uma "célula" dentro do Instituto Tecnológico da Aeronáutica e também organizado um jornal subversivo.
"Imagine... Sob às nossas asas!... O fedelho depois passou a Vice-Presidente da UNE e deu muito trabalho. Era melhor ter matado no ninho..."
MOMENTO FESTIVO NA BASE AÉREA EM ITAPEMA/SP NOS ANOS DE CHUMBO [DÉCADA DE 1960].

Duro era tirar qualquer informação deles. Davam nomes falsos, mentiras... Se fazia necessário caprichar nas bordoadas. Supunham convencê-los de que nunca sabiam de nada.
- Pois então, só quero algumas informações verdadeiras. Se você fica aqui sem nada acrescentar me compromete... Dê as respostas certas e livro a tua. - Rompia-se o silêncio. Toda sua aparente afabilidade se transformava numa monstruosa obsessão pela "verdade".
LUCAS NOGUEIRA GARCEZ - EX-GOVERNADOR DE SÃO PAULO ENTÃO PRESIDENTE DA ARENA (ALIANÇA RENOVADORA NACIONAL) PARTIDO DO REGIME MILITAR NUMA VISITA A BASE AÉREA EM ITAPEMA/SP [ANOS DE 1970].

- Já falei... Por favor! Confere o endereço... - O som rascante da manivela aumentando a corrente-elétrica. - Aaaaiiiiiiiiiiii! - De boa vontade eles não iam falar mesmo... Todos querem viver. Surpreendente como se destroça fácil a carne e a alma humana.
Não custava repetir o procedimento pra ter certeza.
- Se alguém perguntar, diz que tropeçou e caiu... Estamos conversados? - E caso se excedesse bastava colocar no atestado de óbito que a causa mortis havia sido um ataque cardiáco...
NA MARGEM ESQUERDA DA ILHA DE SANTO AMARO O EDIFÍCIO ITAPEMA I DEPENDÊNCIAS DA BASE AÉREA - DISTRITO ITAPEMENSE [2011].

Algumas vezes sua mente estúpida fazia-o ver no corredor do prédio gente dependurada no pau-de-arara cagando-se, urinando descontroladamente. Pelas escadas gritos torturados... Queria livrar-se daqueles temores sempre fora um "homem de bem". Como confessar a seus netos essas pequenas maldades do ofício? Do que entenderiam naquela inocência...
AO FUNDO A MARGEM ESQUERDA ITAPEMENSE NO REVOLVER DAS ÁGUAS DO ESTUÁRIO [2011].

Procurava então distrair-se como agora, atravessando na Barca itapemense sem destino até Santos, do outro lado  do porto.
"...Só aceito o julgamento de Deus." - Justificava a si mesmo. Durante a travessia observa atentamente o movimento das águas turvas, que se tornavam num rastro de branca escuma no revolver das hélices, onde um peixe boiava morto carregado pela maré.

sábado, 3 de março de 2012

O SERMÃO DO PONTÃO DAS BARCAS

LARGO THIAGO FERREIRA - "PONTÃO DAS BARCAS" - ANOS 70 [ITAPEMA/SP].

Na manhã que precedeu sua partida de Itapema, o 'Homem de Dez Mil Anos' vendo que muitas pessoas transitavam no Largo Thiago Ferreira, subiu num caixote largado pela calçada...
- Crede pois na tua vontade, e o querer vos libertará... O amanhã se faz hoje! - Gracejando as pessoas concentravam-se à sua volta. Agitou os braços chamando todos para mais perto e ouví-lo melhor. Amontoaram-se mendigos, aposentados, bebuns dos bares próximos, menores de rua. Passavam também neste dia por ali um comerciante de Santos, pescadores de Itanhaém, sitiantes de Peruíbe, um mestiço de Bertioga, ambulantes de São Vicente, um operário de Cubatão, que vieram resolver seus negócios e afazeres.



- Sois livre, mas são prisioneiros que ainda pensam na liberdade... - Ouviu-se vaias e assobios estridentes. Alguns murmuravam querendo saber, outros irritados pediam silêncio. - Não deixem que lhe quebrem as asas para que não rastejes e se sujes. Não se pode separar o calor do fogo, a fluidez da água, tanto quanto a liberdade é inerente ao Homem. Aprendamos com o filósofo que diz, aquele que não sabe mandar em si deve obedecer. Mas há muitos que podem mandar em si, no entanto não aprenderam a obedecer-se. Não te iludas com aquele que sendo capacho, imagina-se tapete persa... Não esperem pelo Herói, nem almejem sê-lo. De que vale sacrificar-se pelos Homens, se para sua libertação devem realizar seu próprio sacrifício para conquistá-la... - Soaram na multidão tímidos aplausos. - Por que estão hávidos de nada? Escravos de um modo de vida vão. Riqueza, ignorância, pobreza e outras qualidades que querem nos passar como intrínsecas são meramente acidentais. A opulência tem por inimiga a inveja. O essencial não lamenta o supérfluo. Aquele que dá ao tirano está em dívida consigo mesmo...
PONTÃO DAS BARCAS - 2011 [ITAPEMA/SP].

Acreditam no mandamento que alerta honrar pai e mãe? Mas observem o exemplo de Cristo quando deparou-se com Maria, sua mãe. Não aprisionem o coração na casa de seus pais. - A turba entreolhava-se enigmática. - Lanço as letras do alfabeto, sementes do meu discurso brotando em idéias. A servir ao discurso e à prática. Falo a quem quiser ouvir... - Lentamente eles dispersaram-se pensativos.