__________ Itapema, suas histórias... __________

sábado, 20 de dezembro de 2014

ENTÃO É NATAL... ITAPEMENSE

MENINA E PAPAI NOEL NO NATAL ITAPEMENSE [ANOS DE 1950].
                                   * SUBLIME JULGAMENTO *
                                         (O menino pobre)

           Papai Noel não viu meu sapatinho,
                     Tão descuidado nem olhou pra mim
                     Ele passa de longe, de mansinho,
                     Há muito tempo que ele faz assim.

                     Mas não faz mal... A casa do vizinho
                     Também precisa dele, eu sei, enfim
                     Lá tem menino sempre vestidinho,
                     Mas eu nesta nudez que não tem fim.

                     Ele não tem, talvez, a culpa disto,
                     Eu sei e juro até por nosso Cristo
                     Que ele é bom, muito, cheio de anelo

                     Mas se presente é posto no sapato
                     O seu engano prende-se a este fato
                     Porque eu jamais os tive... Só chinelo.

                                 LYDIO MARTINS CORRÊA, poeta itapemense.










Considerou bom augúrio ser escolhido para representar a figura de Papai Noel. Aposentado, o "bico" de  final de ano garantiria a ceia de Natal e a lista de remédios... Mal se reconheceu no traje escarlate, a barba postiça cobrindo-lhe as rugas. Sua voz por encanto mudara.
Desceu de helicóptero no centro, a multidão aguardava ansiosa. Os sinos da catedral badalavam acompanhado do coro solene de anjos de auréolas tortas. Cumprindo-se a noite feliz ofereceram-lhe a chave da cidade. Muito além das medidas para abrir qualquer porta, e do alto não vira tantas chaminés assim. Como agradecimento fez soar a inconfundível risada rouca aprendida dos sósias. Logo depois foi conduzido ao pedestal da árvore reluzente, cenário em que a quimera natalina se completava...
PAPAI NOEL EM FRENTE A SUA CASA PRAÇA 14-BIS [ITAPEMA/SP] 2012.

A fila acorria interminável até ele para confidenciar seus desejos, um turbilhão de lágrimas e sorrisos comoventes:
- Quero uma boneca que fala para brincar comigo. Porque não tenho nenhum amiguinho. O senhor dá? Promete?
- O meu pedido... É que Deus do céu me desse mais alguns meses de vida. Não me leve antes do meu neto nascer. Eu vi os exames!. Ninguém dá nada por mim. Fala com ele!!
- Eu queria uma roupa nova pro natal. Que o senhor conseguisse emprego pro meu pai. - Pediu o engraxate. Olhos fitos nele, a suplica confiante dos demais. Como se todos depositassem suas derradeiras esperanças naquele saco de surpresas.
Dominado pelo conflito ele pouco atinava como atender tais pedidos, e que Papai Noel algum realizaria... Ah, míseras crianças! Acaso soubessem que não passava de um inocente "faz-de-conta". Por baixo daquela roupa escondia-se um velho desafortunado.
Enlouquecia a cada aproximação temendo o próximo pedido. Desiludido arrancou as vestes e saiu correndo pela rua.
                              
                               ('Obrigações de Papai Noel', URBAIN G.)

SOBRADO ILUMINADO BAIRRO PAE CARÁ [ITAPEMA/SP] NATAL 2011.
ILUMINAÇÃO NATALINA AV. THIAGO FERREIRA [ITAPEMA/SP] 2011.
ÁRVORE DE NATAL MONTADA NA PRAÇA 14-BIS [ITAPEMA/SP].
CASINHA DO PAPAI NOEL PRAÇA 14-BIS [ITAPEMA/SP] NATAL 2012.



3 ATOS DE NATAL, traz à cena adaptações de contos natalinos para o Teatro extraídas das histórias de O. Henry, Miroel da Silveira, Gabriela Rabelo e Arcádio Averchenko. Formada por três atos mais um entreato, a peça focaliza momentos inusitados na véspera de Natal. O espetáculo procura apresentar uma visão crítica e sensível sobre esta data tão emblemática para os povos do Ocidente.
1º Ato 'OS PRESENTES DOS MAGOS', de O. Henry - Casal (Del e Jota) em situação financeira difícil sacrifica o que tem de mais caro para agradar quem se ama.
2º Ato 'PRESENTE DE NATAL', de Miroel da Silveira - Mostra um pai (Angelino) vagando pela rua angustiado por cumprir a promessa, quase impossível, de comprar um presente.
Entreato 'O NATAL DE PELOAVESSO', de Gabriela Rabelo - Fala do verdadeiro valor do presente, quando uma menina "cheia de vontades" atendidas por uma mãe complacente cruzam o caminho de um menino pobre e um mendigo durante as compras.
3º Ato 'UM ASSUNTO VULGAR', de Arcádio Averchenco - Numa conversa regada a vinho Dojo e Polto, figuras carismáticas, discutem a relação das pessoas com a data natalina ao encontrarem a suposta criança "que passa fome na noite de Natal".
No Elenco da Teatral Oficina 1 - ROBERTA SANTANA (Del), JAIR ALVES (Jota), EDUARDO AUGUSTO (Angelino), DANNY (Madame), IOLANDA TEIXEIRA (Menina "cheia de vontades"/Emanuel), MARIANA ALMEIDA (Menino pobre), LUIZ CASTELÕES (Mendigo), NÍVIA MARIA (Dojo), ANDREZA DOS SANTOS (Polto), TUANE SANTOS (Criança "que passa fome na noite de Natal) e ADRIANA SILVA (Serafim). Adaptação e Direção: URBAIN G.
Apresentações 19 e 20 de Dezembro de 2007, às 20:30h. - Teatro Procópio Ferreira.
3 ATOS DE NATAL [2007] - COMPRAS NATALINAS - TEATRAL OFICINA 1 DIREÇÃO: URBAIN G.
3 ATOS DE NATAL [2007] - 'OS PRESENTES DOS MAGOS', DE O. HENRY - TEATRAL OFICINA 1 DIREÇÃO: URBAIN G.
3 ATOS DE NATAL [2007] - 'PRESENTE DE NATAL', DE MIROEL DA SILVEIRA - TEATRAL OFICINA 1 DIREÇÃO: URBAIN G.
3 ATOS DE NATAL [2007] - 'OS PRESENTES DOS DOS MAGOS' (CENA ADICIONAL), DE O. HENRY - TEATRAL OFICINA 1 DIREÇÃO: URBAIN G.
3 ATOS DE NATAL [2007] - ENTREATO 'O NATAL DE PELOAVESSO', DE GABRIELA RABELO - TEATRAL OFICINA 1 DIREÇÃO: URBAIN G.
3 ATOS DE NATAL [2007] - 'UM ASSUNTO VULGAR', DE ARCÁDIO AVERCHENCO - TEATRAL OFICINA 1 DIREÇÃO: URBAIN G.




Tantas brigas por causa de se querer um filho, aí de repente ela embucha e pari uma criança... Que nem parecida com ele é!
Não seria o caso de desgostar do fedelho, embora a estória estivesse mal contada. Se tanto tempo passou nada acontecendo carecia revelar tal mistério. Prova esta que ela sempre pode dar à luz... Quanto ele? Incapaz, talvez.
"Por obra e graça do Espírito Santo!?" - Só de supor naquele desatino as idéias turvavam-lhe a alma. Preferiu não alimentar discórdias bem algum faria ao bebê. Amâncio recebia o recém-nascido como seu...
Na janela do táxi renovava-se a cada instante cenas da vida cotidiana. A troca de olhares mudos entre ambos calava-lhes a voz. Suas dúvidas meditadas no coração. Num a chaga, noutro o encantamento.
Foi decerto milagre de Deus aquela gravidez. Por ventura assim houvesse ocorrido é porque o Pai caridoso tinha seus propósitos. Com uma prima sua sucedera igualmente, trazido como no sonho pelo anjo... Imaculada batizava-o em lágrimas, ela que amaldiçoou seu ventre por achá-lo estéril. Uma dessas adivinhonas viu nas cartas que seria homem de prestígio. Não havia importância no lugar simples onde nasceu. Dali sairia um rei...
Estranhamente na visita, Timóteo prometeu endireitar da bebedeira. Disposto a ser padrinho do garoto não queria dar exemplos ruins para o afilhado. Saião mandava recado poupando a mulher das surras constantes. Amém, fariam do cortiço um doce lar pra se conviver.

O carro freou atiçando a revoada de pombos que ciscavam no asfalto. Endiabrado, o velho Nicuri veio ao encontro do casal. Ergueu o rebento sobre a cabeça, consagrando-lhe palavrões carinhosos. Sendo época de Natal, chamou-lhe Nataniel.
Samba e forró comiam as chinelas no terreiro em louvor a chegada do Menino... Prósperos os Homens que se querem bem, cujos pés seguem a vereda da Paz!

                                             ('O Milagre do Menino', URBAIN G.)


CASINHA DO PAPAI NOEL RECEBE VISITA DE CRIANÇAS - PRAÇA 14-BIS [ITAPEMA/SP]
ÁRVORE NATALINA PRAÇA 14-BIS [ITAPEMA/SP] NATAL 2011.
ITAPEMA/SP ILUMINADA PARA O NATAL DE 2012.
ITAPEMA/SP -  TODA LUZ ILUMINE SEU CAMINHO.


sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

ITAPEMA PELO AVESSO

FOTO CHARGE ALUSIVA AOS PROBLEMAS URBANOS DE ITAPEMA/SP.

A História registra que as Civilizações antigas tinham uma preocupação com a organização e manutenção de suas cidades: arruamento, pavimentação, esgoto sanitário, abastecimento de água etc, visando o bem-estar social de seu povo.
Evidentemente, em comparação, ITAPEMA/SP ao longo do tempo tem enfrentado problemas sociais, os quais muito atrapalham o desenvolvimento do Distrito, agravados pelo pouco investimento das Autoridades Públicas.
Os moradores da Vila da Bocaina (núcleo originador do Distrito) já sofriam com a precariedade dos serviços públicos, dada as condições de vida dificultosas, pois trafegavam em ruas de terra batida, não havia água encanada, nem saneamento básico. A água para consumo era obtida de poços e das bicas comunitárias, noutros momentos comprava-se a mesma a 200 réis cada uma lata d'água.
Notícia de 1914, confirma que o vilarejo padecia pelo descaso das Autoridades. Os moradores não deixavam de reivindicar melhorias. Por mais transporte público, iluminação elétrica, fornecimento de água, capinação de terrenos, limpeza de valas, reparos e construção de pontilhões., combate aos mosquitos.
Com o advento da Base Aérea em 1925, muitos  residentes desapropriados da Bocaina passaram a morar ao longo da Linha Férrea (atual Av. Thiago Ferreira) até a Rua Mato Grosso, nos limites da Rua Cunhambebe (Bairro Vila Alice).
RUA DE TERRA BATIDA, VALA PLUVIAL E ASPECTO DO CASARIO DA VILA BOCAINA [ITAPEMA/SP].

Dentre estes primeiros habitantes, alguns instalaram-se especialmente em Sítio Conceiçãozinha (antiga Fazenda jesuítica) à sudoeste de Itapema formando outra remota povoação itapemense. Agregada dos migrantes nordestinos chegados mais tarde para estabelecer moradia. O núcleo até hoje vive o litígio de posse.
Tempos depois (década de 1940) surgiu o Loteamento do Sítio do Pai Elesbão, convertido em Parque Estuário, nos limites da Rua Capitão Lessa com a Rua Guilherme até a Rua Duque de Caxias, limítrofe ao Rio Acaraú. Além de Empresas como a City, participaram moradores em regime de mutirão da inicial urbanização do Bairro. Na limpeza e destocamento do terreno, abertura de ruas. escavação do canal, instalação de postes e rede elétrica. Contudo, já observava-se tímidas invasões de outras áreas.
TRABALHO DO TERRENO CRUZAMENTO DA RUA TRÊS - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP] DEZEMBRO 1949.
ESTRUTURAÇÃO DO CANAL DA AV. PRESIDENTE VARGAS - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP] MARÇO 1949.
PREPARAÇÃO DO CANAL DA AV. PRESIDENTE VARGAS - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP] OUTUBRO 1949.
PASSAGEM SOBRE O CANAL DA AV. PRESIDENTE VARGAS - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP] MAIO 1949.
INSTALAÇÃO DE REDE ELÉTRICA RUA CINCO - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP] JUNHO 1949.
EQUIPE DA CITY NA RUA DOIS - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP] JUNHO 1949.
 RUA GUILHERME GUINLE AINDA DE TERRA BATIDA, COM VALA PLUVIAL, ASPECTO DO ANTIGO CASARIO - BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO [ITAPEMA/SP].

Essa região mais antiga do Distrito (Bairro Itapema, Vila Pae Cará, Jardim Santense, Vila Alice e Parque Estuário) minimamente dotada de benfeitorias atraiu o interesse daqueles em busca de moradia, bem como novas oportunidades, devido o encarecimento das demais áreas nas cidades vizinhas.
A partir de então, o notável crescimento de ITAPEMA/SP deveu-se ao preço acessível dos terrenos, às crescentes invasões, sua localização defronte a Zona Portuária e serviços regulares de comunicação com o entorno. Possibilitando a massa trabalhadora permanecer e empregar-se na atividade industrial, de estiva e turística.
RUA SÃO PAULO SEM MELHORIAS - BAIRRO VILA ALICE [ITAPEMA/SP] JANEIRO 1960.
ANTIGO ASPECTO DA RUA CEARÁ - BAIRRO JARDIM SANTENSE [ITAPEMA/SP].
BAIRRO VILA ALICE - IMEDIAÇÕES RUA RIO GRANDE DO SUL SEM PAVIMENTAÇÃO [ITAPEMA/SP] 1960.
BENFEITORIAS NA RUA AMAZONAS - BAIRRO VILA ALICE [ITAPEMA/SP] AGOSTO 1961.
BAIRRO PARQUE ESTUÁRIO - MELHORIAS NA RUA CAPITÃO LESSA [ITAPEMA/SP] JULHO 1960.
INSTALAÇÃO DA TUBULAÇÃO DE DRENAGEM "RUA DAS TORRES" [ITAPEMA/SP] MAIO 1960.
CAPINAÇÃO "RUA DAS TORRES" [ITAPEMA/SP] JANEIRO 1960.

A ausência de fiscalização em terrenos abandonados, antigos bananais e áreas de mangue, Itapema apresentou-se como opção para esta transferência residencial.
O fenômeno da ocupação desordenada alastrou-se no ano de 1956 por ocasião do desabamento de morros santistas, temporais nos primeiros dias de Março, que duraram cerca de 8 horas com violentas enxurradas atingem o Morro do Marapé, do Castelo, Saboó, Nova Cintra, São Bento e Itararé. As famílias atingidas transferem-se maciçamente para o Sítio Pai-Cará. Constituindo como outros ajuntamentos desta natureza, "foco de tensão social onde se atropelam problemas urbanos, educacionais, sanitários e, sobretudo, econômicos."
Este acirramento das contradições sociais foi sentido pelo antigo povo itapemense, também confirmado no poema de Lydio Martins Corrêa:
                         "(...)Mas o progresso trouxe novo esquema
                         P'rá melhorar, com boas intenções,
                         Mas tal esquema, fruto de ilusões,
                         Criou para este povo, outro dilema.

                         Continuou aos trancos e barrancos,
                         Prejudicando os homens bons e brancos,
                         E fez deste distrito tão pacato

                         Um centro só de vício e malandragem,
                         De furtos e de saques, de pilhagem,
                         Envergonhando um povo intimorato."
Por volta de 1958, intensificou-se o sucessivo fluxo migratório, acentuadamente de Nordestinos para trabalhar no Porto e na Construção Civil.
"(...)De vários pontos do Estado e do país, especialmente do Nordeste semi-árido, afluíram invasores, quase sempre atendendo ao chamamento de parentes e amigos anteriormente instalados na região invadida." - Representando problema social com proporções de verdadeira calamidade pública.
Houve um atravancamento da área ocupada. A invasão violenta e compacta havia preferido o trecho entre a Av. Santos Dumont e o Estuário do Porto, obrigando o remanejamento de diversas moradias para o outro lado do Pae-Cará. 
Somente em 1960, a intervenção dos Poderes Públicos, Departamento Nacional de Obras e Saneamento, Departamento de Estrada de Rodagem, City e Companhia Docas, Concessionárias de serviços públicos, junto com os moradores do bairro possibilitou o arruamento, demarcação de lotes, remoção de habitações, extensão de rede provisória de eletricidade e água.
INÍCIO DE URBANIZAÇÃO NO BAIRRO PAE-CARÁ [ITAPEMA/SP] MEADOS DE 1960.
RUA DO BAIRRO PAE-CARÁ COM PEQUENAS PONTES SOBRE AS VALAS DE DRENAGEM [ITAPEMA/SP] DÉCADA 1960.
DESTOCAMENTO DE ÁRVORES NO TRAJETO DA AV. OSWALDO CRUZ - BAIRRO PAE CARÁ [ITAPEMA/SP] 1962.
ABERTURA DA AV. OSWALDO CRUZ - BAIRRO PAE CARÁ [ITAPEMA/SP] 1962.
AUTORIDADES VERIFICAM TERRAPLANAGEM DA AV. OSWALDO CRUZ - BAIRRO PAE CARÁ [ITAPEMA/SP] MARÇO 1963.
VEÍCULO ATOLADO EM LAMAÇAL DA AV. OSWALDO CRUZ - BAIRRO PAE CARÁ [ITAPEMA/SP] 1965.

Este adensamento demográfico aumentou as complexas dificuldades existentes, aflorando os problemas urbanísticos e sociais do Distrito. A dicotomia está que em função deste momento, ITAPEMA/SP começa a transformar-se. O aspecto do casario, a instalação de serviços públicos, o espaço urbano ganha traços de verdadeira cidade. Expandindo-se além, por loteamentos alguns razoavelmente planejados, como Monteiro da Cruz ao final dos anos 50 e outras urbanizações, que surgiram enquanto bairros, por volta de 1960 em diante, vindo a compôr na atualidade as glebas itapemenses: Jardim Cunhambebe, Jardim Enguaguassú, Jardim Maravilha, Esplanada do Castelo, Vila Áurea, Boa Esperança, Jardim Santana, Jardim Alvorada, Jardim Conceiçãozinha e Morrinhos. Com as reformulações do Plano Diretor do Município foram integrados oficialmente ao Distrito o bairro de Vila Zilda e Cachoeira.
MORADORES DO BAIRRO PRAINHA [ITAPEMA/SP] INSTALAM MANILHA DE DRENAGEM NA COMUNIDADE.
INÍCIO DO BAIRRO VILA ZILDA [ITAPEMA/SP].
BAIRRO MORRINHOS [ITAPEMA/SP] OCUPAÇÃO INICIAL EM 1987.

A invasão sempre foi o processo de alargamento do espaço urbano de ITAPEMA/SP. Poucos são os trechos do aglomerado que não foram habitados inicialmente deste modo, desde que se esboçou sua configuração como centro urbano. Fosse a tomada de propriedades privadas ociosas, áreas de mangue, alagados varzeanos, vegetação de Restinga, à beira do estuário do Porto ao sabor da maré, encostas  de morros, servindo à instalação de habitações irregulares. Ampliou sobremaneira sua população, acentuando sua evolução marginal.
ITAPEMA/SP - EMANCIPAÇÃO PARA FORTALECER SUA IDENTIDADE, SUPERAR OS PROBLEMAS SOCIAIS  E REAFIRMAR UMA NOVA SOCIEDADE [SEPARATISTA ITA].

"(...)Como qualquer cidade de idênticas características paga pesado tributo por seu vertiginoso e desordenado crescimento, representado pelos múltiplos problemas pendentes de solução. São tantos e de tamanhas proporções que se torna impossível dar-lhes ordenação de importância e prioridade. Contudo, após a constatação de que todos resultam da "invasão", processo contínuo na história do seu desenvolvimento, podem eles ser reunidos, atentando para a origem, em dois grandes grupos. Uns são consequência das más condições do sítio: urbanização, drenagem da várzea e saneamento das endemias; outros do brutal e rápido crescimento demográfico: legalização da posse dos terrenos, ampliação da rede de água e luz, instalação de esgotos, "deficit" de habitação..." - Dentre outras medidas de ação do Poder Público. Analisa o Geógrafo da USP, Luiz Melo Rodrigues, em capítulo do Livro: 'A Baixada Santista, Aspectos Geográficos' (Volume III), de Março de 1964.
Os reflexos desta ocupação irregular podem ser vistos ainda hoje (década de 2000) naqueles núcleos que se constituíram enquanto comunidade favelada.
OCUPAÇÃO IRREGULAR DO ANTIGO SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP] QUE LHE DEU O ASPECTO DE FAVELA.
BARRACOS DO SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA ÀS MARGENS DO ESTUÁRIO DO PORTO [ITAPEMA/SP].
OCUPAÇÃO NO MANGUEZAL DO SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP].
PALAFITAS À BEIRA DO ESTUÁRIO DO PORTO ITAPEMENSE - CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP].
OCUPAÇÃO ÁREA DE MANGUE SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP].
MARGEM OCUPADA DO SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP].
A MOLECADA BRINCA NAS MARGENS DE CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP].
CONCEIÇÃOZINHA[ITAPEMA/SP] - MENINO NADA ÀS MARGENS DO ESTUÁRIO DO PORTO ITAPEMENSE. 
VISTA PANORÂMICA DE UM TRECHO DA OCUPAÇÃO DESORDENADA - PRAINHA [ITAPEMA/SP].
MARGEM ESQUERDA DO ESTUÁRIO DO PORTO TOMADA DE BARRACOS - PRAINHA [ITAPEMA/SP].
PINGUELA DE PASSAGEM - PRAINHA [ITAPEMA/SP] 1980.
ALASTRAMENTO DA OCUPAÇÃO DESORDENADA ÁREA DA PRAINHA [ITAPEMA/SP].
BARRACO CONSTRUÍDO À BEIRA DO ESTUÁRIO AO SABOR DA MARÉ - PRAINHA  [ITAPEMA/SP]
PALAFITAS NA MARGEM OCUPADA DA PRAINHA [ITAPEMA/SP].
OCUPAÇÃO DESORDENADA DAS MARGENS DA PRAINHA [ITAPEMA/SP].
AS MARGENS PLÁCIDAS DA PRAINHA E SEUS MORADORES [ITAPEMA/SP].
PRAINHA - MORADIA NA MARGEM ESQUERDA DO ESTUÁRIO DO PORTO [ITAPEMA/SP].
PRAINHA [ITAPEMA/SP] - CONTRADIÇÕES DUMA ECONOMIA DE MERCADO SEM APREÇO AO SOCIAL (JANEIRO 2009).
PRAINHA [ITAPEMA/SP] TOMADA DE ESPAÇO PELA OCUPAÇÃO DESORDENADA E O CRESCIMENTO DO PORTO ITAPEMENSE.
COMUNIDADE DA PRAINHA MARGEM ESQUERDA ITAPEMENSE DO ESTUÁRIO DO PORTO.
INVASÃO DE CONJUNTO HABITACIONAL ABANDONADO - MORRINHOS [ITAPEMA/SP] 2014.

Além das imediações de sua parte enxuta, assentou-se também em sítio itapemense raso e encharcado, necessitando de saneamento para dragagem da várzea. Terrenos mais afastados, os quais ofereciam pouca habitabilidade. Tomaram os patamares dos morros, empurrados pela necessidade de moradia, agrupados nas conhecidas Favelas.
Em geral dispõe de casario baixo, diminuto, aglomerado, construído ao rés do chão, ou sobre estacas, sem estilo definido, sem disciplina, com mínimas condições de conforto e higiene. Moradas, barracos e casebres são feitos com diversos materiais: sobras de madeira, alvenaria sem acabamento. Estando distribuídos caoticamente. A iluminação do local é precária e reduzida rede de água. Sempre sujeitos a sinistros de incêndio e acidentes de possíveis desabamentos.
ANTIGO FAVELAMENTO À BEIRA DO RIO ACARAÚ [ITAPEMA/SP] ABRIL 2010.
SANEAMENTO PROBLEMA CRÔNICO DAS FAVELAS - DISTRITO ITAPEMENSE.

Muitas vezes resultado do processo catastrófico realizado de abairramentos, que lhe transformaram em Favelas. Ao alheamento da Administração Pública e movida pelas possibilidades sócio-econômicas da população.
O programa de desfavelamento a cargo da Sede Balneária, datado de 1980 era dividido por fases, visando atender as comunidades, mas negligenciando novas invasões, perdido na Burocracia e nenhum planejamento urbanístico. À época, o próprio Presidente da Empresa Municipal de Urbanização (eterno Engenheiro Prefeiturável) em entrevista sobre uma dessas ocupações, admitiu que as obras não estavam totalmente concluídas, necessitava água encanada, esgoto, energia elétrica. Por falta de recursos, estando já tomada a gleba, entendia-se efetivada. Conforme a rotina, o tempo consertaria as coisas.
Por seu aspecto promíscuo, desconfortável e desprovida as habitações de saneamento básico, incipiente urbanização, bem como pelo estoque humano que as ocupam, constituem efervescente foco de tensão social.
IMAGEM DE SATÉLITE - FAVELA DO CHAPARRAL ÁREA URBANA DO DISTRITO ITAPEMENSE.
A GENTE FAZ O CAMINHO COMO PODE NA FAVELA - COMUNIDADE EM ITAPEMA/SP.
FAVELA DO CAIXÃO IMAGEM DE SATÉLITE ÁREA URBANA ITAPEMENSE.
A FAVELA E SUAS DIFICULDADES DE SANEAMENTO COLOCANDO EM RISCO A INFÂNCIA - COMUNIDADE ITAPEMENSE.
BARRACOS À BEIRA DO RIO ACARAÚ ÁREA URBANA [ITAPEMA/SP] ABRIL 2010.
SATÉLITE COMUNIDADE PORTUÁRIA PRAINHA - MARGEM ESQUERDA DO ESTUÁRIO DO PORTO [ITAPEMA/SP].
PRAINHA [ITAPEMA/SP] QUEBRADA DA COMUNIDADE À NOITE.
FAVELAMENTO DA PRAINHA NA MARGEM ESQUERDA DO PORTO ITAPEMENSE.
SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA NA MARGEM PORTUÁRIA ITAPEMENSE E SEU FAVELAMENTO.
RUA NO SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA EM DIAS DE ESPERA PELAS MELHORIAS [ITAPEMA/SP].
SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA - DESABAMENTO DE PALAFITA À BEIRA DO ESTUÁRIO DO PORTO [ITAPEMA/SP].
BRIGADA  DE INCÊNDIO COMBATE FOGO NOS BARRACOS - SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA].
SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA COMUNIDADE ITAPEMENSE - ÁREA AFETADA PELO INCÊNDIO.
SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA - POPULARES E BRIGADISTAS DEBELAM FOGO NA COMUNIDADE ITAPEMENSE.
RESTOS DO INCÊNDIO NA COMUNIDADE ITAPEMENSE - SÍTIO CONCEIÇÃOZINHA.
IMAGEM DE SATÉLITE FAVELA VILA DA NOITE - BAIRRO CACHOEIRA [ITAPEMA/SP].
INCÊNDIO NA FAVELA VILA DA NOITE - BAIRRO CACHOEIRA [ITAPEMA/SP].
SATÉLITE FAVELA SANTA CLARA - BAIRRO CACHOEIRA  COMUNIDADE ITAPEMENSE.
LIGAÇÕES DE ÁGUA IMPROVISADAS PARA ABASTECER COMUNIDADE - BAIRRO MORRINHOS [ITAPEMA/SP] NOVEMBRO 2009.
POR VEZES A COMUNIDADE ITAPEMENSE SENTINDO-SE DESCONTENTE COM AÇÕES DO PODER PÚBLICO, REAGE DE FORMA CAÓTICA.
ÔNIBUS QUEIMADO PRÓXIMO Á COMUNIDADE ITAPEMENSE.
POPULARES ATEIAM FOGO EM ÔNIBUS DO TRANSPORTE PÚBLICO - [ITAPEMA/SP] BAIRRO PAE CARÁ (AV. OSWALDO CRUZ).
BOMBEIROS ATENDEM OCORRÊNCIA DE ÔNIBUS INCENDIADO AV. OSWALDO CRUZ - PAE CARÁ [ITAPEMA/SP].
ÔNIBUS CONSUMIDO PELAS CHAMAS AV. OSWALDO CRUZ - BAIRRO PAE CARÁ [ITAPEMA/SP].
 [ITAPEMA/SP] ÔNIBUS CARBONIZADO AV. OSWALDO CRUZ - BAIRRO PAE CARÁ.

A ampliação do Porto na margem itapemense (década de 1970), e sua ligação com o ramal ferroviário de carga (antiga R.F.F.SA., cerca de 4 quilômetros) para transporte de fertilizantes, grãos, farelo, açúcar, sucos, produtos químicos, contêineres, que veio beirando ITAPEMA/SP às margens do estuário (Prainha) em direção a Estrada Velha da Conceiçãozinha, até imediações da Gamboa do Juca (Rio da Pouca Saúde) atendendo num primeiro momento o TEFER, deixaria suas marcas. Neste trajeto mencionado cortou o antigo campo do centenário ITAPEMA F.C., na Av. Leonilópolis. Demoliu importantes construções do comércio local e desalojou os prósperos Estaleiros da Av. Salgado Filho.
Tal acontecimento, somado a desapropriação da Vila Bocaina (anos de 1920) desagregaram a tentativa de desenvolvimento do Distrito, enquanto cidade consolidada. Itapema impedido de planejar seu território mantém-se à deriva dos Governos. Marginalizada das decisões palacianas. Pagando o ônus do progresso mercantil.
Consequentemente, faixas de terra ao longo da linha férrea, trechos de Restinga, degradaram-se dando espaço a moradias irregulares junto ao trilhos da ferrovia cargueira do Porto, em ITAPEMA/SP.
AMPLIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS MARGEM ESQUERDA [ITAPEMA/SP].
 FERROVIA DE CARGA (ANTIGA R.F.F.S.A) BEIRANDO O DISTRITO ITAPEMENSE.
 HABITAÇÕES AO LONGO DA LINHA FÉRREA - COMUNIDADE ITAPEMENSE.
BARRACOS LADEIAM A FERROVIA DE CARGA - COMUNIDADE ITAPEMENSE.
LINHA FÉRREA BEIRANDO O DISTRITO PORTUÁRIO - COMUNIDADE ITAPEMENSE.
TREM DE CARGA CIRCUNDA O DISTRITO PORTUÁRIO [ITAPEMA/SP].
INFÂNCIA FORA DOS TRILHOS - COMUNIDADE ITAPEMENSE.
O TREM DE CARGA ATRAVESSA O COTIDIANO DA COMUNIDADE ITAPEMENSE. 
  
Problematicamente ocupada, nossa margem esquerda do estuário há muito tem sido utilizada para descarte de embarcações avariadas, fundeio de velhos barcos, encalhe de sucata marítima, evidenciando estado de abandono. Conferindo-lhe aspecto de área marginal da atividade e navegação portuária.
O mais célebre encalhe foi o Navio 'Ais Giorgius', incendiado no Porto (1974), ficando por décadas na região da Prainha. Outro seria do Navio 'Austral', vítima de incêndio (1967), fundeado nas águas da Bocaina.
Embora bons fotógrafos consigam enquadramentos singulares, imagens surpreendentes da marinha, este acúmulo apenas torna as margens itapemenses mero depósito de ferro corroído pela maresia. Impedindo o aproveitamento do estuário em trechos de ITAPEMA/SP.
EMBARCAÇÕES ENCALHADAS EM ÁGUAS ITAPEMENSES.
PEDAÇO DE NAVIO NA MARGEM ESQUERDA DO ESTUÁRIO DO PORTO [ITAPEMA/SP].
 
ENCALHE DE VELHAS EMBARCAÇÕES MARGEM ESQUERDA ITAPEMENSE.
RESTO DE EMBARCAÇÃO NA MARGEM DO ESTUÁRIO DO PORTO [ITAPEMA/SP].
PEDAÇOS DE NAVIO MARGEM ESQUERDA ITAPEMENSE.
RESTO DE EMBARCAÇÃO MARGEM ESQUERDA DO PORTO [ITAPEMA/SP].
CARCAÇA DO NAVIO 'AIS GIORGIUS' ANTIGO ENCALHE MARGEM  ITAPEMENSE.
NAVIO 'AIS GIORGIUS' NAUFRAGADO NA MARGEM ESQUERDA ITAPEMENSE APÓS INCÊNDIO.
VISITA AO NAVIO 'AIS GIORGIUS' NAUFRAGADO NA MARGEM ITAPEMENSE.
FÓSSIL DA BARCA ITAPEMA NA MARGEM ITAPEMENSE DO PORTO.

Estimulada sua condição portuária, em função da expansão do Porto itapemense, acrescida da área de Retroporto (Terminais da Piaçaguera e Rio Santo Amaro), o Distrito viu-se confrontado com a movimentação intensa de carga, proveniente do Brasil inteiro, exportações ou importações do comércio exterior. O impacto imediato sentido foi o tráfego permanente de caminhões pelas ruas de ITAPEMA/SP.
Sem disciplinamento e quase nenhuma fiscalização, alguns efeitos colaterais são percebidos como o surgimento de buracos nas vias públicas, degradação do pavimento existente, nos bairros cujas casas passaram a apresentar rachaduras, estacionamento indevido e abandono em logradouros públicos, risco maior de acidentes de trânsito, prejuízo da fiação elétrica quando não respeitada a altura de carga do caminhão, aumento da poluição sonora e do ar.
Tanto pior, pois o Porto em Itapema não arrecada nenhum imposto direto, não possui área alfandegada no município, pouco resultando de melhorias para o Distrito. Apenas o emprego de trabalhadores diversos, sujeitos as vicissitudes do Mercado.
MARGEM ESQUERDA - OBRAS INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS ITAPEMENSE.
MOVIMENTAÇÃO DE CARGA MARGEM ESQUERDA DO PORTO [ITAPEMA/SP].

VIADUTO DE ACESSO AO CAIS DO PORTO [ITAPEMA/SP].
OBRAS VIADUTO DA AVENIDA PERIMETRAL [ITAPEMA/SP].

Esta presença significativa está relacionada ao fato de inúmeros moradores itapemenses terem se empregado como Caminhoneiro, consequência desta demanda da atividade portuária. Oportunamente, sendo ITAPEMA/SP ponto de partida e chegada do transporte rodoviário do Porto, um número expressivo de profissionais Caminhoneiros resolveu fixar residência no Distrito.
ACESSO AO PORTO ITAPEMENSE MODAL FERROVIÁRIO E RODOVIÁRIO.
INTERLIGAÇÃO VIADUTO DE ACESSO AO PORTO E A RUA DO ADUBO [ITAPEMA/SP].
TRÁFEGO RUA DO ADUBO (VIA IDALINO PINEZ) DISTRITO ITAPEMENSE.

A noticiada Via Idalino Pinez (conhecida Rua do Adubo), que corta o Bairro residencial Jardim Boa Esperança, tem servido de artéria principal de carga destinada ao Porto itapemense. Milhares de caminhões pesados trafegam seu leito carroçável, somente asfaltado no início dos anos de 1980, com 700 metros de comprimento e 17 metros de largura, a princípio de mão-dupla (com variantes do Departamento de Trânsito), precisando de constante manutenção. Necessários ajustes viários: abertura de novos acessos, construção de alças e viadutos. Otimizando a interligação Rodovia Domênico Rangoni à Avenida Perimetral com acesso ao cais. De modo a segregar os caminhões de cargas pesadas do trânsito urbano. Ainda no aguardo de obras infindamente prometidas em discursos políticos.
VIA IDALINO PINEZ (RUA DO ADUBO) ACESSO AO PORTO [ITAPEMA/SP].
DIAS DIFÍCEIS CRUZAMENTO DA RUA DO ADUBO COM VIA SANTOS DUMONT [ITAPEMA/SP].
TRÁFEGO DIFÍCIL VIA IDALINO PINEZ (RUA DO ADUBO) DISTRITO ITAPEMENSE.
DEGRADAÇÃO DAS IMEDIAÇÕES DA RUA DO ADUBO [ITAPEMA/SP].
TRÁFEGO INTENSO E PESADO PREJUDICA O ASFALTO - VIA IDALINO PINEZ DISTRITO ITAPEMENSE.
CONDIÇÕES DIFÍCEIS DE TRÁFEGO RUA DO ADUBO [ITAPEMA/SP].
LEITO CARROÇÁVEL VIA IDALINO PINEZ (RUA DO ADUBO) ACESSO AO PORTO ITAPEMENSE.
RUA DO ADUBO TRÁFEGO PESADO ACESSO AO PORTO EM ITAPEMA/SP.
A RUA DO ADUBO NO DISTRITO ITAPEMENSE REQUER MANUTENÇÃO CONSTANTE.
 VIA IDALINO PINEZ LIGAÇÃO COM A RODOVIA DOMÊNICO RANGONI [ITAPEMA/SP] - CONDIÇÕES PRECÁRIAS DO ASFALTO.
RODOVIA DOMÊNICO RANGONI CAMINHÕES NO ACOSTAMENTO ACESSO AO PORTO ITAPEMENSE.
FILA NO ACOSTAMENTO RODOVIA DOMÊNICO RANGONI ENTRADA PARA O PORTO MARGEM ESQUERDA [ITAPEMA/SP].
CONGESTIONAMENTO DA RODOVIA DOMÊNICO RANGONI PARA ACESSAR A VIA IDALINO PINEZ (RUA DO ADUBO), LIGAÇÃO COM O CAIS ITAPEMENSE.

Infra-estrutura de fundamental importância seria um Pátio Municipal de Caminhões, onde se abriguem os veículos locais, em conjunto com outro Pátio Regulador de Carga e Descarga, evitando que caminhões fiquem estacionados pelas vias públicas de ITAPEMA/SP, sejam amenizados os transtornos.
Opinião expressa no cordel-cidadão 'Pisca Alerta ou...', do Poeta popular Nunes Ita:
                                       "Quero neste meu abecê
                                       Ao pé d'ouvido do povo
                                       Dar partida no assunto
                                       Falar dum problema novo
                                       Pra que ele não fique velho,
                                       No passado que me espelho,
                                       Nos causando grande estorvo...

                                       (...)
                                       Prometeram um tal pátio
                                       Ouvi isso faz é tempo
                                       Menor seria o contratempo,
                                       Mas, político é tão sábio
                                       Toma a gente por otário,
                                       Com tamanha embromação.
                                       - Atende logo a PeTição! -
                                       Grita o povo inteiro.
                                       Caminhão, caminhoneiro
                                       E Prefeito na contra-mão..."  
TRÁFEGO DE VEÍCULOS PESADOS VIA SANTOS DUMONT [ITAPEMA/SP].
CAMINHÕES TRANSITAM NA ÁREA URBANA - AV. MÁRIO DAIGE [ITAPEMA/SP].
ABANDONO DE CAMINHÃO EM RUA DO DISTRITO ITAPEMENSE.
TRECHO MARGINAL PIAÇAGUERA ESTACIONAMENTO E TRÁFEGO DE CAMINHÕES - DISTRITO ITAPEMENSE.
DETERIORAÇÃO DO PAVIMENTO E BURACOS COM O TRÂNSITO DE CAMINHÕES - MARGINAL PIAÇAGUERA [ITAPEMA/SP].
MARGINAL PIAÇAGUERA DISTRITO ITAPEMENSE - TRÁFEGO DE CAMINHÕES CAUSA BURACOS NO PAVIMENTO.
ESTACIONAMENTO IRREGULAR E TRÁFEGO DE CAMINHÕES PREJUDICAM O LEITO CARROÇÁVEL DA MARGINAL PIAÇAGUERA [ITAPEMA/SP].
CAMINHÃO DE CARGA PESADA TRAZ PREJUÍZO AO PAVIMENTO - MARGINAL PIAÇAGUERA [ITAPEMA/SP].
BURACO NO PAVIMENTO IMPRÓPRIO PARA CAMINHÕES - MARGINAL PIAÇAGUERA DISTRITO ITAPEMENSE.
ACIDENTE COM CAMINHÃO E CARGA NA VIA PÚBLICA [ITAPEMA/SP].
PROTESTO DE CAMINHONEIROS PELOS DIREITOS DA CLASSE TRABALHADORA - DISTRITO ITAPEMENSE.
COBERTURA DA IMPRENSA CAMINHONEIROS MOBILIZADOS POR MELHOR PAGA NO TRANSPORTE [ITAPEMA/SP].
CAMINHONEIROS PARADOS POR MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO PORTO ITAPEMENSE
OBRAS NOVO ACESSO AO PORTO ITAPEMENSE VIA PERIMETRAL COM RODOVIA DOMÊNICO RANGONI [MAIO/2014].
O MORADOR ITAPEMENSE ADAPTA-SE AOS DESVIOS DO DESENVOLVIMENTO NO DISTRITO.

Equacionar as demandas sociais, sobretudo de elementar urbanidade e manutenção dos Bairros tem sido um dos "calcanhares de Aquiles" das Administrações da Sede Balneária ao decorrer das décadas.
A parte central de ITAPEMA/SP obteve alguma infra-estrutura, pavimento, esgoto, calçada, praças, iluminação pública, coleta de lixo. Constituindo zona de expansão urbana ordenada e metódica inicial. Entretanto, as demais, pouco planejadas, demoraram a urbanizar-se ou estão em fase de melhorias. Num latente mal aspecto do urbanismo, o desarranjo das ruas, percebido a medida que se avança para o interior de alguns bairros itapemenses.
MORADOR FAZ PIADA COM OS SERVIÇOS PRESTADOS PELOS GOVERNOS - DISTRITO ITAPEMENSE.

Serviços públicos de zeladoria, varrição, jardinagem, poda, capinação, cuidados com o pavimento e calçamento continuam aquém do aceitável. Por outro lado, moradores indisciplinados persistem fazer o descarte de lixo de reforma e construção, tanto como móveis e eletrodomésticos quebrados em plena via pública. Cuja Administração Municipal afirma manter serviço regular para coleta de trecos diversos. Tamanha quantidade avistada nas ruas ou logradouros atesta a ineficiência desta coleta específica. Ainda no que tange ao munícipe, convém cuidar melhor das calçadas, de forma que sejam transitáveis e desimpedidas, sem obstáculos, nem grandes desníveis obrigando o pedestre a andar pela sarjeta, no fluxo do trânsito cada dia mais intenso.
Tais desleixos de cidadãos indisciplinados, nada justificam a morosidade da Sede Administrativa em dar solução aos problemas do Distrito. Argumentado no cronograma de ações, verbas, prioridades e obras de interesse do Poder Público Municipal. O clamor popular parece não estar sendo ouvido mesmo, apesar das determinações das ditas Audiências Públicas.
É o histórico da relação entre a Sede Balneária e a Portuária ITAPEMA/SP nesse mais de meio-século de tutela.
ESTRAGO NO ASFALTO, RESTO DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO NA RUA E CALÇADA IMPEDIDA - DISTRITO ITAPEMENSE.
RUA TIMBIRAS (BAIRRO PAE CARÁ) DÉCADAS DE BURACOS E DETERIORAÇÃO DO ASFALTAMENTO [ITAPEMA/SP].
FALTA DE MANUTENÇÃO DO PAVIMENTO RUA OSVALDO ARANHA - BAIRRO JARDIM MARAVILHA [ITAPEMA/SP] 2010.
DIAS DE BURACOS RUA EPITÁCIO PESSOA (BAIRRO PAE CARÁ) - DISTRITO ITAPEMENSE [2011].
ASFALTO ESBURACADO RUA DO DISTRITO [ITAPEMA/SP].
RUA BELA VISTA (BAIRRO PAE CARÁ) COM POUCA MANUTENÇÃO OS BURACOS VÃO SURGINDO [ITAPEMA/SP] NOVEMBRO 2012.
DETERIORAÇÃO DO PAVIMENTO - DISTRITO ITAPEMENSE.
TRÂNSITO DIFÍCIL POR CONTA DE BURACOS E DETERIORAÇÃO DO ALFALTO [ITAPEMA/SP].
 RUA SEM PAVIMENTO BAIRRO JARDIM ENGUAGUASSÚ - DISTRITO ITAPEMENSE [2011].
 RUA DO BAIRRO MORRINHOS À ESPERA DE MELHORIAS [ITAPEMA/SP].
PÉSSIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA VIA PÚBLICA - DISTRITO ITAPEMENSE.
RUA NO BAIRRO JARDIM PROGRESSO BURACO E DETERIORAÇÃO DO PAVIMENTO. [ITAPEMA/SP].
MÁ CONSERVAÇÃO E URBANIDADE INCIPIENTE MARCAM O ASPECTO DOS BAIRROS DO DISTRITO ITAPEMENSE.
OBRAS AGUARDADAS POR ANOS E AS JÁ REALIZADAS NECESSITAM DE MANUTENÇÃO PERIÓDICA - BAIRRO JARDIM CONCEIÇÃOZINHA [ITAPEMA/SP] 2011.

O CAPÍTULO CONTINUA...